sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Difícil



Difícil aceitar e concorda com a vida quando tudo resolver virar de cabeça para baixo. Quando você não tem apoio da família, não tem um parceiro para tá do lado e nem uma amiga para confiar. Difícil quando você não tem mais vontade de dançar, nem coragem de ir para academia e nem paciência para trabalhar. Quando tudo parece se voltar contra você, o mundo, as pessoas e até você mesmo... Quando tudo em sua volta parece não ter sentindo e a cada passo que dar parece cair em um abismo, onde não há ninguém pra segurar na sua mão. Onde você pode ir para onde for, e ninguém vai pedir para você ficar um pouco, só mais um pouco. Difícil não ter alguém que fale o quanto você é importante, e o quanto ele a ama. Difícil quando você está morrendo de saudades de alguém, louca pra falar o quanto essa pessoa faz falta, e o medo da resposta, da mensagem visualizada e ignorada te faça chorar, e acaba impedindo que você mande de alguma forma todos os seus sentimentos e tudo que se passa pelo seu coração para tal. Difícil quando você mesmo para de acreditar em si, quando tudo parece estar errado, e a única saída que você chega até a pensar, é aquela que ninguém imagina que você é capaz de cometer tal ato. 

O ser humano nasceu para ser dependente de outro corpo, de alguém ao lado, ou eu sou louca e me acostumei mal com essa ideia de ter alguém para está do meu lado na alegria e na tristeza? 


15 comentários:

  1. Nossa, que texto profundo. Me identifiquei muito, apesar de ser do tipo que banca a independente, no fundo sou super carente. Tem horas que bate aquela necessidade de ter alguém por perto, nem que seja um pouco.
    adorei
    bjus
    meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No fundo acho que todos nós somos carentes e precisamos de alguém né?!
      Obrigada Bru, beijos!

      Excluir
  2. ACREDITO QUE TODOS SINTAM ESSA NECESSIDADE DE ESTAR EM CONJUNTO E TER ALGUÉM EM QUEM POSSA CONFIAR. É A TAL DA TÃO IMPORTANTE RECIPROCIDADE NEH
    AMEI SEU TEXTO, MUITO PRODUNFO.

    http://inspiracaoentrelinhas.blogspot.com.br/
    TEM POST NOVO NO IEL, PASSA LÁ! ^^
    BEIJOS!!

    ResponderExcluir
  3. Olá,eu te indiquei para um selo lá no meu blog, espero que goste.



    http://livrenolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela indicação, acabei de dar uma olhadora e adorei! Beijos e obrigado mais uma vez!

      Excluir
  4. Eu sou muito dependente dos meus pais.Mas porque eles me acostumaram mal.A minha mãe sequer deixa eu pegar ônibus sozinha.Daqui a pouco ela vai contratar motorista particular.

    Mas em relação à amizade e namoro, sou totalmente independente.Mas independente não significa que a gente não tenha amigos ou namorados né, só que não depende deles.

    Enfim, amei o texto!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Independente de ser dependente de família, amigos, namorados. Acabamos sendo dependentes de alguém né, infelizmente.

      Obrigada Leti por sempre acompanhar o blog, bjss!

      Excluir
  5. Já diria o Vinícius: "é impossível ser feliz sozinho".
    Só que acho que só se é amada se há amor-próprio! ;)
    Que tal começar por ele?

    Não desanime não!
    Seu blog é lindo! Seguindo já!

    Um beijo,

    http://algumasobservacoes.blogspot.com.br/
    http://escritoshumanos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo! Obrigada pelos comentários Fernanda, beijos!

      Excluir
  6. Você escreve muito bem, parabéns, seguindo o blog!

    Beijos.

    http://circunstanciasmil.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Seu blog é lindo, adorei o conteúdo. Com certeza já estou seguindo.

    Bjs!

    unhasnatalenses.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aeeh, fico super feliz Leise, obrigada pelo carinho e se mantenha ligada aqui. Beijos!

      Excluir